A saúde dos olhos no Dia Mundial do Câncer

O Dia Mundial do Câncer, lembrado em 4 de fevereiro, serve como alerta para ampliar a informação da população sobre a importância da prevenção, o que inclui a adoção de hábitos saudáveis – como exercícios físicos e alimentação equilibrada -, e do diagnóstico precoce.

No caso da visão, a ida regular ao oftalmologista, desde o nascimento e durante a primeira infância – com maior frequência – até a terceira idade contribui significativamente para evitar problemas graves ou indicar um tratamento que preserve a capacidade de enxergar.

O câncer ocular pode se desenvolver a partir de vários fatores, até mesmo da metástase de outros tumores. Esse tipo de câncer pode trazer danos irreversíveis caso não seja identificado e tratado a tempo, manifestando-se de duas formas. Os tumores primários surgem no próprio olho e se desenvolvem na conjuntiva, retina, nervo óptico, córnea ou na pálpebra e no canal lacrimal. Os secundários se fixam no olho como metástase de outros tipos de câncer, sendo mais comum do câncer de mama entre as mulheres e do câncer de pulmão entre os homens.

A alta incidência de raios solares é um importante fator de risco. Isso significa que a região nordeste se destaca com mais casos da doença, de acordo com dados do International Journal of Cancer.

Tumores nas pálpebras são mais fáceis do paciente perceber e procurar o oftalmologista, enquanto que na conjuntiva é comum o médico diagnosticar em uma consulta de rotina, quando pode realizar exames complementares a partir da queixa de irritação nos olhos, moscas volantes ou baixa acuidade visual. Outros tumores são identificados em exames, reforçando a importância da consulta com o especialista, como forma de ter o diagnóstico em estágio inicial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *