Combate ao Glaucoma

Combate ao Glaucoma

No dia 26 de maio é comemorado o Dia do Combate Mundial ao Glaucoma. A data serve de alerta para a necessidade do diagnóstico precoce da doença. O glaucoma leva à perda da visão por danos causados ao nervo óptico, sendo hoje a segunda maior causa de cegueira irreversível no mundo. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 67 milhões de pessoas são acometidas pela doença.

Considerada como silenciosa por não apresentar nenhum tipo de sintoma, a doença faz a visão diminuir gradativamente até a perda total. De acordo com o oftalmologista Luís Fernando Paiva, do Instituto de Olhos Clóvis Paiva, a pressão intraocular deve ser monitorada durante a revisão oftalmológica regular. O controle da pressão evita que a doença atinja o nervo óptico, fato que leva à cegueira total.

O oftalmologista explica que todas as pessoas estão sujeitas ao glaucoma, mas existem alguns fatores que aumentam a probabilidade, como ter mais de 40 anos, histórico familiar da doença, pressão intraocular elevada, raça negra, alta miopia e diabetes. O diagnóstico é feito por meio de exames simples, indolores e rápidos, no consultório médico. O tratamento ocorre com medicamentos como o colírio, que é a forma mais utilizada, laser ou cirurgia. Luís Fernando Paiva alerta que apenas o oftalmologista é capaz de indicar e orientar o tratamento mais adequado para cada tipo de caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *