Cuidados com os olhos no Carnaval

Basta uma maquiagem diferente e já se pode dizer que está feita a fantasia para o Carnaval. Mas é preciso lembrar dos cuidados com os olhos, tanto em relação ao enfeite quanto em meio à aglomeração, com calor e suor. Quem vai aproveitar os quatro dias da folia deve redobrar a atenção para evitar doenças oculares, comuns nessa época.

A conjuntivite é a mais comum delas. Geralmente a doença acomete os dois olhos, dura entre uma semana a 15 dias e costuma não deixar sequelas. Entre os sintomas estão olhos vermelhos, ardência, inchaço e lacrimejamento.

O oftalmologista do Instituto de Olhos Clóvis Paiva, Helder Medeiros, explica que a conjuntivite pode ser viral ou bacteriana, sendo as virais mais frequentes em caso de epidemias. A contaminação do olho geralmente ocorre por contato com mãos infectadas, compartilhamento de toalhas de rosto e cosméticos, além do uso prolongado de lentes de contato. Por isso, não se deve compartilhar maquiagem como rímel, lápis, delineador e sombra e lavar sempre as mãos.

O oftalmologista também avisa que locais muito abafados e com muita gente devem ser evitados. O médico recomenda que a qualquer sinal da doença, um profissional especializado deve ser consultado imediatamente. Com esses cuidados, o folião poderá aproveitar o carnaval com tranquilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *