Cuide dos olhos no verão

A estação mais esperada do ano para quem gosta de calor, praia e piscina requer atenção especial com a visão. É nesta época que costumam acontecer epidemias de conjuntivite, já que as altas temperaturas favorecem a multiplicação dos micro-organismos responsáveis pela doença. O período também fica marcado pelos olhos vermelhos e irritados de quem entra no mar ou na piscina. E muita gente ainda sofre com a claridade. Vários desconfortos podem ser evitados com cuidados simples.

No caso da ida à praia, é recomendado usar um colírio lubrificante ao sair do mar e não coçar os olhos, evitando, assim, o risco de lesões por agentes que estejam na superfície ocular. Para usuários de lentes de contato, melhor usar modelos de descarte diário, com proteção UV, que oferecem menos riscos de contaminações.

Na piscina, embora pareçam limpas, costumam ser usadas por diversas pessoas e ainda são alvo de inúmeros produtos químicos. Por isso, é indicado usar colírios lubrificantes ao sair da água. Algumas pessoas são tolerantes a esses agentes e não apresentam qualquer desconforto mesmo mergulhando de olhos abertos, mas isso não é regra. Para quem tem o hábito de usar lentes de contato, é preferível adotar os modelos de descarte diário, para evitar o risco de contaminação.

Na falta de óculos de sol, ao sair à rua, pode ser usado boné ou buscar uma sombra para evitar o desconforto ocular. Contrair os olhos também é um método de proteção natural do corpo, já que a ação é reflexa e involuntária, reduzindo a entrada de luz nos olhos e promovendo mais conforto para quem está exposto ao sol.

Para quem usa lentes de contato, é preciso investir em modelos que possuem proteção contra os raios ultravioleta e também de descarte diário, que reduzem os riscos de contaminações. Combinadas aos óculos e chapéus, elas oferecem uma proteção ainda maior.

O uso de óculos escuros sem filtro de raios ultravioletas pode prejudicar os olhos. Por isso, não se deve comprar produtos de procedência duvidosa. O conforto proporcionado pela redução da luminosidade faz com que nossos olhos fiquem mais vulneráveis, caso não haja proteção adequada. Por isso, na dúvida, prefira bonés, uma sombra ou mesmo a exposição direta.

Mesmo sendo muito importante para a proteção da pele, o contato dos olhos com o filtro solar costuma causar ardência e irritação. O ideal é passar no rosto com maior cuidado e usar versões mais concentradas ou que sejam específicas para essa região mais sensível. Não há grande perigo decorrente da interação e que lavar o rosto com água corrente ou usar colírios lubrificantes são suficientes para aliviar o desconforto.

E até mesmo o nosso suor pode gerar irritações oculares. As sobrancelhas impedem que a água escorra, mas com o aumento da transpiração, decorrente da prática de exercícios ou do calor excessivo, isso se torna inevitável. Na prática de atividades físicas, pode-se usar faixas, como os jogadores de tênis, ou contar com uma toalhinha para evitar que o suor escorra.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *