top of page

No Abril Marrom, prevenção é a palavra de ordem

O diagnóstico precoce das doenças oculares contribui significativamente para preservar a visão e para fazer o acompanhamento adequado das doenças identificadas, que podem não ter cura, mas podem ter controle. Durante o Abril Marrom uma campanha é feita para conscientização da população para a prevenção da cegueira, através do diagnóstico, tratamento e reabilitação.

Mais da metade das doenças oculares que podem levar à perda da capacidade de enxergar são tratáveis. Por isso, a visita regular ao oftalmologista – pelo menos uma vez ao não – é fundamental para identificar um problema e ter maiores chances de sucesso para reverter o quadro ou, em situações mais graves, evitar a perda da visão.

O marrom que caracteriza a campanha representa a cor da íris da maioria dos brasileiros. A íris é o órgão responsável por controlar a quantidade de luz que entra em nossos olhos.

Muitas destas doenças são silenciosas, ou seja, não apresentam sintomas claros e as pessoas só procuram o médico quando já perderam parte da visão. É preciso procurar o oftalmologista para fazer exames e detectar possíveis doenças. Diabéticos, crianças, adultos acima de 40 anos e idosos acima de 60 anos devem ter ainda maior atenção com a visão.

Caso não sejam tratadas no tempo correto e de forma adequada, muitas doenças levam a cegueira irreversível, como o glaucoma, a degeneração macular relacionada a idade (DMRI) e a retinopatia diabética, uma complicação relativamente comum em pacientes dom diabetes. Algumas dessas doenças necessitam de cirurgias para o restabelecimento da visão, como a catarata.

Catarata –perda de transparência (opacidade) do cristalino (lente localizada atrás da íris). A catarata secundária está relacionada a fatores oculares ou sistêmicos. A catarata senil ocorre devido ao envelhecimento natural do cristalino.

Retinopatia Diabética – atinge mais de 15 milhões de brasileiros. Quando bem tratada evita problemas na função dos vasos que levam sangue e oxigênio para as células da retina, evoluindo para a cegueira. Podem provocar alterações visuais súbitas e indolores.

Glaucoma – principal causa de perda irreversível da visão. Quando surgem os primeiros sinais, o risco de perda da visão é iminente. A doença surge quando o nervo óptico começa a apresentar danos. Cerca de 2% da população acima de 40 anos tem algum tipo de glaucoma.

A equipe do Instituto de Olhos Clóvis Paiva reforça que a ida ao oftalmologista e a realização de exames são formas indicadas de diagnosticar com precisão os problemas oculares.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentários

Avaliado com 0 de 5 estrelas.
Ainda sem avaliações

Adicione uma avaliação
logo_whatsapp_icon_181639.png
bottom of page