top of page

O que é blefarite?

Definição A blefarite é uma inflamação muito comum e persistente das bordas das pálpebras. É uma doença que, em suas diferentes formas, acomete mais de 30% da população. A pessoa com blefarite tem uma série de sinais e sintomas, que podem variar quanto à presença e intensidade. Esses sinais e sintomas são freqüentemente confundidos com outras doenças que também provocam irritação ocular. Assim sendo, caso você sinta alguns ou todos os sintomas e sinais abaixo descritos, não quer dizer que tenha blefarite – pode ser uma outra alteração.

– Irritação ocular

– Ardência

– Coceira (prurido)

– Vermelhidão (hiperemia) do olho e/ou borda palpebral

– Dermatite (inflamação da pele da borda das pálpebras, manifestando-se como “vermelhidão” e/ou “caspinhas”)

– Lacrimejamento

– Embaçamento da visão

– Incômodo com luz forte, televisão, computador, leitura

– Sensação de areia dentro dos olhos

– Queda de cílios

– Complicações: terçol, calázio, triquíase (cílios crescendo para dentro do olho), alterações devido à coceira (ptose, ectrópio, inchaço palpebral, rugas, olheira)Pessoas com pele oleosa, caspa e olhos secos têm maior tendência de ter blefarite, a qual pode se iniciar na infância e se prolongar por toda a vida como uma afecção crônica. Em alguns casos, a blefarite produz somente irritação e prurido leves, mas também pode causar incômodo muito grande. A blefarite pode, ainda, levar a complicações graves, como inflamação dos tecidos oculares (terçol, calázio), e atingir a córnea (hipersensibilidade ao estafilococo, por exemplo, com flictênulas, ceratites puntatas, neovascularizações, úlceras infecciosas de córnea). Causas A blefarite pode atingir as pálpebras inferiores e superiores e as causas são infecciosas ou, menos freqüentemente, alérgicas. A “infecção” geralmente é causada pelo aumento da população das bactérias comuns da pele, que existem em todas as pessoas. Esse aumento da população acontece devido a diversos problemas, mas geralmente é por causa do aumento da oleosidade da borda palpebral que acontece nos pacientes com a doença. A borda palpebral secreta uma oleosidade que serve para lubrificar os olhos. Quando um indivíduo tem aumento da quantidade ou da viscosidade dessa oleosidade, pode acontecer a blefarite infecciosa, que é a mais comum. Tratamento O tratamento adequado vai depender da causa da blefarite. Geralmente, a doença é incurável, mas pode ser controlada e os sintomas diminuídos, melhorando a qualidade de vida. A odença geralmente é cíclica, isto é, tem períodos de melhora e de piora.

Medidas de higienização são as mais empregadas, com uso de shampoo específico ou pomadas de limpeza.

Podem ser recomendadas compressas mornas sobre as pálpebras com o objetivo de retirar as granulações características da blefarite e solubilizar secreções oleosas das glândulas sebáceas.

Em alguns casos, pode ser necessário usar antibióticos (colírios, pomadas ou comprimidos), lágrimas artificiais (lubrificantes) e o tratamento de doenças associadas (disfunção lacrimal, olho seco, alergias, pterígio, pinguécula etc).

0 visualização0 comentário

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
logo_whatsapp_icon_181639.png
bottom of page