top of page

Pré-natal a favor da saúde dos olhos

Algumas doenças podem contagiar os bebês ainda no ventre da mãe. Rubéola, toxoplasmose e sífilis são exemplos de risco, principalmente para a visão do feto. Para minimizar e até evitar esse tipo de problema, é importante que as mulheres, durante a gravidez, tenham acompanhamento de um especialista por meio do exame pré-natal. Dessa forma, será possível identificar possíveis problemas oftalmológicos. De acordo com o Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO), outro fator importante é a alimentação da mãe do período de gestação, porque o baixo consumo de vitamina A aumenta as chances para doenças oculares.

A toxoplasmose e a rubéola podem afetar as mães nos três primeiros meses de gravidez, podendo provocar cegueira e vários outros problemas neurológicos na criança. Durante a formação do feto, pode ocorrer má-formação dos olhos e esse é um dos problemas oculares que tornam essencial o exame pré-natal, pois dessa forma será possível identificar e tratar adequadamente cada doença diagnosticada.No caso da sífilis, ela pode causar alteração ocular grave no bebê, como baixa na visão e alterações da retina.

Previna-se

Ainda segundo o CBO, a saúde dos olhos precisa ser garantida desde a gestação. De acordo com dados do Portal Brasil (MS), cerca de 40% das causas de cegueira infantil são evitáveis ou tratáveis; e a prevenção é o melhor remédio. Considerado um direito de toda grávida, o pré-natal precisa começar logo nos três primeiros meses da gestação. A unidade de saúde que fará o atendimento deve prestar todas as informações a respeito da importância do exame, como ter uma alimentação saudável, higiene pessoal e comportamento sexual.

0 visualização0 comentário

Kommentarer

Bedømt til 0 ud af 5 stjerner.
Ingen bedømmelser endnu

Tilføj en rating
logo_whatsapp_icon_181639.png
bottom of page