top of page

Você conhece a Ambliopia?

Do portal: saudemedicina.com

É uma das principais causas de baixa visão em crianças. Este problema é também muito conhecido como “olho preguiçoso”, devido as suas características. O que ocorre na ambliopia é algo que acomete os olhos, porém a causa está bem longe dali. A grande maioria dos problemas oftalmológicos possui origem no próprio olho. Neste acaso, entretanto, é a região cerebral a responsável pelo distúrbio.

A pessoa olha para os objetos, mas é como se ela não tivesse aprendido a ver. O olho enxerga, porém, a região no cérebro que possui a função de explicar o que foi visto, não funciona da maneira correta. É algo muito sério e pode comprometer a visão para o resto da vida se não for tratada antes dos oito anos de idade. Quando não há o devido tratamento, o adulto ficará impedido de exercer atividades que dependam da visão binocular.

Na grande maioria dos casos possui difícil diagnóstico. As crianças fazem uso de óculos, porém, o problema para enxergar parece não ir embora. Pode também afetar somente um dos olhos. Com isto, a criança não reclama, já que não percebe que algo está errado.  É preciso, portanto, ficar atento aos sinais que seu filho emite. Esta doença necessita de um devido tratamento para que não deixe sequelas.

A ambliopia pode ser causada quando algo atrapalha ou impede a passagem da luz até a retina. Com pouca luz os objetos não adquirem contornos reconhecíveis para o cérebro. Este, portanto, deixa de agir com precisão. Alguns fatores que podem levar a tal consequência são, por exemplo, úlceras de córnea, toxoplasmose ou qualquer outra situação que gere lesão ocular.

Crianças que nascem com a disfunção podem não saber reconhecer o problema. Em casos de estrabismo, por exemplo, isto é frequente. Nestas pessoas um dos olhos se torna o preferido, enquanto que o outro, pouco utilizado, deixa de se desenvolver plenamente.

SINTOMAS

Esta disfunção conhecida como “olho preguiçoso” provoca poucos sintomas. O mais notável é a dificuldade em enxergar corretamente. Este problema precisa ser resolvido ainda na infância, portanto, fique atento aos sinais listados abaixo. Caso seu filho ou filha aja frequentemente da maneira mencionada, considere levá-lo a um médico.

  1. Ler livros ou revistas muito de perto;

  2. Esfregar os olhos várias vezes durante o dia;

  3. Hábito de piscar ao olhar para superfícies brilhantes;

  4. Reclamar de dores de cabeça constante;

  5. Piscar os olhos excessivamente.

PREVENÇÃO

Todas as crianças devem realizar um exame oftalmológico antes de completarem os dois anos de vida. O tratamento somente será eficiente quando do diagnóstico precoce. Portanto, não deixe de levar seu filho a um especialista, mesmo que não se note quaisquer sintomas ou disfunções. Estrabismos com pequena angulação podem passar despercebidos pelos pais e a dificuldade de enxergar despercebida pela criança, que ainda não sabe ao certo como é o modo correto de enxergar.

Na grande maioria dos casos o tratamento gera resultados positivos, portanto, não é algo que se deva deixar de fazer. Fique atento aos sinais que seu filho possa estar lhe enviando, conforme mencionamos acima. Apesar de não produzir muitos sintomas além da dificuldade de enxergar, crianças com ambliopia podem agir de forma parecida.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
logo_whatsapp_icon_181639.png
bottom of page